Olá empreendedor, tudo bem?

Você chegou até aqui para tentar entender o motivo de não estar vendendo tão bem quanto esperava em sua loja virtual WordPress / WooCommerce, certo?

Você esta fazendo marketing, esta enviando e-mails aos seus clientes, mas a conversão da sua loja segue baixa.

Hoje eu vou compartilhar contigo o que fazemos para ajudar nossos clientes lojistas a venderem mais.

Os tópicos abordados serão:

  1. Avaliação de velocidade do site
  2. Avaliação do fluxo de navegação
  3. Revisão do marketing pago
  4. Revisão do marketing orgânico
  5. Utilitação de e-mail marketing
  6. Pegadas sociais
  7. Recuperação de carrinhos abandonados

Avaliação de velocidade do site

O Google através do seu blog concluiu que em média um internauta não espera mais do que 3-4 segundos para fechar o seu site, caso ele demore mais tempo para carregar.

Logo, ter um site rápido tem se tornado cada vez mais prioridade entre os especialistas de marketing digital, afinal, queremos sempre o máximo de retorno sobre o investimento em marketing.

Imagina você investir uma grana em marketing pago e seu público nem chegar a conhecer o seu produto? Isso acontece muito por aí.

Para saber se o seu site esta lento, indicamos o uso da Ferramenta GT Metrix. Ao inserir o seu site no campo de teste, a ferramenta retornará gratuitamente uma série de problemas que você precisará resolver com seu programador WordPress.

Os pontos mais importantes a serem observados são: o tempo de carregamento, o peso total da página e a quantidade de requisições que o site esta realizando ao servidor web. Quanto menor melhor.

Na aba PageSpeed, você poderá colher os insights a serem melhorados em seu site.

Sugerimos testar a página de produto do site, que geralmente é a página mais indexada e um destino comum para os seus visitantes.

Avaliação do fluxo de navegação

Apesar de ser um problema bem óbvio de se perceber muitos sites ainda pecam nessa parte. É sábido que deve-se diminuir ao máximo o número de cliques.

Quanto menos cliques para efetuar uma venda, melhor.

Considerando que a maioria dos visitantes chegam através de um artigo do seu blog ou da própria página de produto, faça uma avaliação da quantidade de passos que ele precisa tomar até inserir os dados de pagamento.

Uma dica bônus nesse tópico é remover possíveis links que possam tirar a atenção do fechamento da compra. Muitas lojas virtuais já removem itens dessas páginas, como menu e outros componentes comuns aos sites.

Fazendo isso você já estará acima da média das lojas virtuais do seu segmento.

Revisão do marketing pago

Entende-se como marketing pago a utilização de ferramentas como Facebook Ads e Google Adwords, por exemplo.

Pode também parecer um pouco óbvio, mas muitos lojistas gastam fortunas em campanhas mal planejadas por não dominarem a compra de tráfego e pela falta de planejamento em suas campanhas.

O que sugerimos aos nossos clientes é solicitar o acompanhamento de um profissional qualificado que irá planejar ações de compra de tráfego nos canais que mais fazem sentido a sua marca.

Se não houver uma preocupação em planejar suas ações de compra de tráfego, infelizmente você apenas estará desperdiçando dinheiro e tempo.

Revisão do marketing orgânico

Consideramos como marketing orgânico o tráfego oriundo dos mecanismos de busca e indicação de links.

Pra isso acontecer também é preciso ter uma consistência em produção de conteúdo útil ao seu público, além de ações para tornar seu blog um veículo bem posicionado no mercado.

Esse é o melhor tipo de tráfego, pois tende a trazer resultados constantes na curva do tempo, porém é o que leva mais tempo para retornar resultados, visto que é preciso que o Google considere seu conteúdo importante dentro de alguns critérios.

O objetivo da produção de conteúdo é sempre atingir a primeira página para um conjunto de determinadas palavras-chaves que se quer cobrir. Atingindo o objetivo você estará gerando tráfego pro seu site e possivelmente convertendo visitantes em vendas.

Tenha um plano de produção de conteúdo e forneça gratuitamente informações que vão enriquecer o seu público. As vendas virão por consequência disso.

Utilização de e-mail marketing

E-mail marketing segue sendo uma ferramenta poderosa de relacionamento com seu público, mas muitos lojistas ainda se restringem apenas a divulgação dos seus produtos.

Para fazer diferente é preciso criatividade. Aliada a uma estratégia de produção e conteúdo deve-se nutrir seu público com informações relevantes ao seu nicho.

Divulgar artigos de blogs, informações de outros sites e todo tipo de conteúdo gratuito são boas estratégias para manter um público fiel.

Para ilustrar, poderíamos considerar uma loja virtual de artigos para cozinha, divulgando receitas, eventos gastronômicos para a região do seu cliente, fotos de pratos.

Esse é o tipo de ação que gera vendas naturalmente através de e-mails.

Pegadas sociais

Seu público irá visitar cada rede social sua antes de tomar a decisão de venda. Portante, a sua estratégia de produção de conteúdo deve prever interação nas redes sociais.

Muitos empresários e lojistas online utilizam as redes sociais como “outdors” para promoção de seus produtos única e exclusivamente.

As marcas que se sobrassaem são aquelas que fogem do óbvio e geram conteúdo de qualidade também pelas redes sociais.

Recuperação de carrinhos abandonados

Existe uma métrica atual que indica 30% das possíveis vendas online são perdidas no momento do fechamento da compra.

Isso acontece por vários motivos e é um problema real a ser enfrentado pelos lojistas. A quantidade de carrinhos abandonados é bem alta e tentar reverter isso pode trazer uma receita importante.

No entanto, cada tecnologia de e-commerce tenta resolver isso de um modo. No mundo do WordPress, existem poucas ferramentas a serem testadas.

Aqui na Xdevs, ajudamos nossos clientes constrindo soluções exclusivas de acordo com a necessidade de cada um, aliado ao uso de alguns plugins de recuperação de carrinhos abandonados disponíveis no mercado.

O que a maioria desses plugins fazem é monitorar um carrinho abandonado e enviar e-mails de lembrete em sequência ao comprador para tentar reverter a venda perdida.

Sendo assim, veja seus números no Google Analytics e confira se você também esta sofrendo deste mal. Posso apostar que sim.

Conclusão

Como você pode perceber, são várias os pontos de atenção para ter uma loja virtual de sucesso. Apesar da atividade online ter menos custos, os desafios são tão grandes quanto os dos lojistas offline.

Criamos esse conteúdo para que você possa ter uma real situação da sua operação online. Se precisar de ajuda, deixe o seu comentário aqui abaixo que tentaremos ajudá-lo da melhor forma.