Empreendedor, você sabe o que é um ebook? Não? Conta com a gente, vamos explicar para você direitinho nesse artigo. Inclusive o passo a passo de como montar um.

É bem simples se comparado ao lançamento de um livro impresso. Aqui nós temos redução de custos e venda ilimitada. Isso cheira a dinheiro, né? Então vem com a gente!

Mas antes de te ensinar a fazer um ebook, a gente precisa te explicar o que é um ebook. Vejamos.

O nome ebook significa eletronic book, livro eletrônico no bom português. Mas ele não traz só isso. Há muito por trás do ebook.

Nós sabemos o que significa um livro. É aquele velho exemplar de ficção ou não-ficção. Aqueles que passam por editoras, por grandes processos até sua publicação. A real diferença está aí.

Os ebooks não passam por nenhum desses processos “engessados”. Um livro digital tem inúmeras facilidades. Uma delas é que ele pode ser lido em qualquer lugar, basta um dispositivo que seja compatível para ler (tablet, celulares, o famoso Kindle etc).

Uma das grandes vantagens contidas em ebooks é a facilidade de publicação. Não é necessário um grande investimento. É realmente só escrever e publicar.

Você não precisa se preocupar em vender rapidamente, você não precisa se preocupar com muito custo – e muito menos com o meio-ambiente, já que ele não será impresso.

Há vantagens para os dois lados, para o produtor e para o leitor. O ebook não é pesado, e por isso em um mesmo dispositivo cabem vários. É possível fazer anotações e destaques também. Os dispositivos possuem tecnologia para tal atividade, além de poder destacar e salvar as partes que julgar mais interessantes.

Por isso eles são os queridinhos quando falamos de infoprodutos. Confira nosso artigo sobre eles aqui!

Os livros digitais servem além de tudo como moeda de troca e iscas digitais para formação de leads. Se você já possui um curso online como infoproduto é possível ceder gratuitamente o ebook como uma forma de ‘prender’ aquele consumidor, fazendo com que este fique mais interessado ao que você tem a oferecer.

Qual é o melhor formato para a publicação de um ebook?

Depende. Há inúmeros formatos para ebooks compatíveis com os dispositivos. Os mais encontrados atualmente são o formato ePub e o PDF.
Estes, sim, são lidos em qualquer dispositivo. Mas é importante lembrar que há diferença nesses formatos. A principal diferença é a adaptação dos textos à tela de quem lê.

Formato PDF

Aqui é possível consumir o conteúdo exatamente como uma página impressa, só que digital. Você pode ampliar ou reduzir de acordo com sua necessidade. Este é ideal para ebooks com um grande número de páginas e conteúdo mais complexo.

Formato ePub

Este formato é geralmente mais encontrado em livros de não-ficção e ficção. É utilizado no kindle. Permite a alteração de fonte e busca por palavras diretamente no texto enquanto o leitor lê.

E agora? Como desenvolver um ebook?

Fases

  1. Ideias para o ebook
  2. Delimitação e pesquisa para a produção
  3. Processo de escrita, revisão, edição do texto e estrutura
  4. Definição de palavra-chave e título
  5. Criação de identidade visual
  6. Publicação
  7. Análise e otimização

1. Ideias para o ebook

O ideal nessa fase é que você já tenha algo em mente, uma ideia ou conhecimento importante para transmitir. Você tem uma habilidade que ninguém tem? Pois você tem algo valioso em mãos. É essencial fazer um briefing para organizar direitinho as ideias. Assim você saberá exatamente para qual lado ir.

Selecione as ideias que são mais coerentes ao seu nicho e vá à web para saber o que já foi publicado. Você pode criar algo novo sobre determinada ideia ou simplesmente melhorar as ideias já existentes, adicionando o que você carrega como experiência para os seus leitores.

Assuntos ‘em alta’ no mercado costumam ser mais rentáveis. Tente aliar isso à sua ideia.

2. Delimitação e pesquisa para a produção

Ao escrever uma notícia o jornalista geralmente responde algumas perguntas. São essas: como, onde, por que, quando e quem. O ebook não é uma notícia, mas há perguntas que precisam ser respondidas para que ele seja consistente.

O ebook como infoproduto traz consigo a proposta de resolver um problema do consumidor. Para isso, você precisa entender qual é o objetivo do projeto, do que se trata o conteúdo, qual problema ele resolve. O livro digital é uma ideia nova? Qual é o nicho do projeto?

Assim você estará delimitando mais o seu tema e também deixando a tarefa de escrever seu ebook mais fácil.

Como dito anteriormente, é importante que você vá pesquisar o que já tem publicado sobre seu tema na internet. Se já existe muito conteúdo, se a sua ideia é realmente algo novo e assim tornar o trabalho mais rico ainda.

3. Processo de escrita, revisão, edição de texto e estrutura

Chegou realmente a parte da escrita. Aqui você vai utilizar toda a sua pesquisa e tudo que sabe sobre o tema, a fim de tornar seu material único.

É interessante separar os subtemas em capítulos para tornar a leitura mais fácil para o seu consumidor, não se esqueça que a leitura na web é mais dinâmica.

Tente fazer parágrafos curtos, sem aqueles blocos gigantescos que cansam a vista e não separam as ideias. O fluxo do texto é importante. Quanto mais limpo, melhor.

Use e abuse dos destaques para o seu texto. Negrito e itálico são ferramentas extremamente importantes na hora de expressar e destacar algo importante no seu ebook.

Utilize imagens como complemento de ideias. Tornar o texto atrativo e visual ajuda a não cansar a leitura.

Após o processo de escrita é importantíssimo fazer uma revisão completa da sua obra. Isso inclui estrutura e principalmente identificar possíveis erros de gramática e digitação – que são muito comuns.

Aqui vai uma dica interessante: pedir a um conhecido ou a um profissional que revise sua obra pode ajudar bastante, já que a outra pessoa fará uma leitura à procura de erros que você talvez não tenha visto.

4. Definição da palavra-chave e título

As palavras chaves são de longe as principais ferramentas de busca da web. Toda busca se origina de uma palavra, não é mesmo? Por isso elas são tão importantes. E sem contar que os consumidores utilizam diretamente palavras em busca de soluções no Google.

Definir sua palavra chave é dizer ao buscador que você tem aquele conteúdo. E o seu material, dependendo da audiência, irá aparecer diretamente no buscador em uma posição diferenciada.

Títulos atraentes também são muito importantes. Não o principal da obra, mas também os títulos e subtítulos dos capítulos. Tente escolher aqueles que sejam sedutores e que despertem curiosidade no seu leitor. De acordo com pesquisas, as pessoas tendem a procurar o que desperta curiosidade nelas. Seu ebook precisa de um título bastante atrativo.

5. Criação da identidade visual

O que a gente tem de fazer aqui nessa parte é reiterar o que já foi dito anteriormente. Assim como títulos e subtítulos a capa tem que ser atrativa. As figuras também têm de ser atrativas. A parte visual do ebook desperta a curiosidade no leitor.

Além disso é aqui que você dará uma ‘cara’ ao seu material. Utilize logos e cores familiares que façam o leitor lembrar do seu material em outras oportunidades.

Geralmente uma equipe de design cuida dessa parte, mas há inúmeros sites gratuitos para criar aquele design despojado.

Você conhece o Canva? Ele é um site de ferramentas de design gráfico gratuito! É extremamente simples de mexer e você poderá ter acesso a um número ilimitado de imagens e modelos de gráficos. Aproveite!

6. Publicação

Chegou a hora de publicar seu ebook. Essa publicação pode ser feita no seu site pessoal, ou pode utilizar plataformas como a Amazon, Wattpad, Clube de Autores, Publique-se, dentre outras, para realizar o upload do seu livro.

Existem outras plataformas voltadas para publicação e vendas de produtos digitais, não apenas ebooks, você pode conhecer essas plataformas acessando o linkdo nosso último artigo.

Para divulgá-lo você pode utilizar ferramentas de disparo de e-mails como o e-mail marketing. Anúncios em redes sociais também são bem vindos e te dão uma boa visibilidade. Respeite a data de lançamento estipulada e pronto, seu material está lançado!

7. Análise e otimização

O trabalho após a publicação não acabou. Ainda há o pós-lançamento. Aqui você vai analisar os dados pós-publicação e notar o que pode ser melhorado para próxima edição ou ebook. Através das ferramentas de acompanhamento de métricas fornecidas pelas próprias plataformas de vendas e com o feedback dos leitores você notará se o seu material foi útil.

Conclusão

Os ebooks são excelentes ferramentas. Sua praticidade de produção e baixo custo os tornam bastante atraentes. Escolha bem o tema que deseja abordar no seu projeto, pesquise bastante para que seu material e seja um diferencial na web. Dessa forma você será recompensado com muitas vendas e a multiplicação de suas ideias. É um negócio bom, bonito e barato.

Você tem algum conhecimento que poderia transformar em ebook? Conta pra gente nos comentários!